Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Meia - Final da Taça Cidade - Berço termina em Batalha Campal.

por ., em 16.05.09

 

Tarde chuvosa de Inverno disputava-se em Selho, as meias – finais da Taça Cidade – Berço entre Grupo Desportivo Os Unidos do Cano e Clube Desportivo de Abação, jogo de uma eliminatória que dava acesso a estar presente na Final a equipa vencedora deste encontro.

Num jogo de interesse para ambas as equipas, nem a chuva demoveu que muita gente comparecesse ao Campo do Selho para assistir a esta Meia – Final da taça Cidade Berço para apoiar as suas equipas.

O Grupo Desportivo de Cano entrou melhor no jogo e bem cedo abriu o marcador, nos minutos seguintes do jogo era o Grupo Desportivo dos Unidos do Cano que tomava conta do jogo e a conseguir marcar mais dois golos, ainda a primeira parte estava longe de acabar já a equipa visitada vencia o Grupo Desportivo de Abação por 3-0, mas o Clube Desportivo de Abação não baixou os braços e num lance dentro da grande área o árbitro da partida Francisco do Vale, assinalou para a marca dos 11 metros, onde a equipa de Abação converteu em golo estava feito o 3-1. A partir do golo o Clube Desportivo de Abação acordou e conseguiu ser uma equipa mais ofensiva e determinada a dar a volta á eliminatória, a criar muito perigo junto da baliza dos Unidos do Cano mas sempre sem conseguir encontrar o fundo das redes da baliza adversária e estavam feitos os primeiros 45 minutos da primeira parte, com o arbitro a mandar toda gente para a cabine, quando um sujeito equipado com um Kispo do Grupo Desportivo Os Unidos do Cano do lado da bancada, agride um jogador do Clube Desportivo de Abação, a partir desse momento foi uma autentica batalha campal, entre adeptos, jogadores e dirigentes, entre os desacatos um jogador do Cano de cor deu um murro na cara do capitão do Abação e abrir o sobrolho, com esta baralhada toda o arbitro do encontro Francisco do Vale e seus auxiliares galgaram para a cabina sem que tivessem visto quase nada. Com o passar do tempo os ânimos foram desembravecendo e as duas equipas recolheram aos balneários para refrescar as ideias, e no exterior tudo se compunha á espera do inicio do segundo tempo com as duas equipas já em campo, aguardavam pelo juiz do jogo e seus auxiliares para dar inicio ao segundo tempo, mas Francisco do Vale nem do balneário saiu e por isso a segunda parte não se realizou.

Este tipo de situações são deploráveis e amargas no Futebol, compete Associação de Futebol Popular de Guimarães, tomar atitudes rigorosas para que situações como estas não voltem acontecer em campos de Futebol Popular.

 

Arbitro Francisco do Vale já no acessoa aos Balnéarios:

No primeiro circulo encontra-se o jogador Paulo do Abação agredido caido no chão, no segundo o jogador Janilson do Cano o agressor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:36


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2009

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




Arquivos

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2007
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D